domingo, janeiro 30

Carpe Diem

Se eu fosse morrer semana que vem, eu iria atrás de todas as pessoas que realmente importam pra desfazer todo e qualquer desentendimento. Eu investiria em algo que  fizesse diferença no mundo. Eu procuraria entender os seus motivos. Eu aceitaria seu jeito de pensar. Eu falaria mais baixo, pra poupar minhas cordas vocais. Eu tocaria percussão fora do ritmo, no meu próprio ritmo.
Se fosse morrer semana que vem: Eu jamais deixaria pra amanha, eu faria agora. Não negaria um sorriso, não sairia de um abraço.fumaria um baseado bebendo Malzbier. Não completaria suas frases, nem andaria com pressa.Terminaria o livro já começado, contaria mais uma vez aquela piada, ouviria a seleção mais eclética e prazerosa de músicas de todos os tempos. Eu cantaria.
Se semana que vem eu fosse morrer, eu conversaria com Deus pra preparar o caminho. Eu sairia do país só por algumas horas. Encontraria-me até com um quê de ansiedade, “quem sabe não é o começo?” eu pensaria.
Se eu, semana que vem, fosse morrer: Eu dançaria. Ficaria ridícula e daria risada de mim.
Eu gritaria.
Colocaria numa garrafa de vidro as respostas que não encontrei. Falaria o que não falei. Eu saberia o que fazer, eu faria o que sei.
Mas não me avisaram quando vai ser, e a precaução me agrada.
Viverei assim, todos os dias.
Porque não sei qual é o dia.

domingo, janeiro 23

Negrito.

Três fatias,  só precisava de duas!
Por alguns segundos fiquei pensando se comeria a terceira ou se a deixaria la.

peguei as duas

voltei para o meu conforto.
com apenas uma,
a outra comi no caminho.
sentei-me confortavelmente em frente a tela do mundo!
procurei uma posição!
encontrei!
levantei!
fui ate a geladeira, peguei a terceira !
comi no caminho!
sentei!
procurei uma posiçao confortavel!
encontrei!
levantei
vírgula.

sexta-feira, janeiro 14

Vencer pelo Cansaço...

Um dos meus defeitos, é tentar fazer tudo ao mesmo tempo e geralmente tentar atender as solicitações dos amigos, as mais diversas, é difícil eu dizer 'não' sem um motivo aparente.
Porém, uma das coisas que mais me irrita na vida é quando eu falo um 'Não' e a pessoa quer usar argumentos mongolóides pra me convencer a fazer o que ela quer.

Cena:  Eu, em casa, de pijama, deitada na cama, segue o dialogo:

-Vamos ali na padaria comigo?
- Nao! 
- Mas é rapidinho! 
- Pra fazer o que? precisa de ajuda?
-Não, só quero que você va comigo!
-Po, nem vou!

Até aqui é compreensível, pedi um motivo, visto que não tinha um, mantive minha posição de continuar de pijama deitada na cama. Mas o insistente nunca se da por satisfeito, e começam os argumentos mais infundados possíveis:

-Mas a padaria é aqui perto! 
-Nao vou!
-Mas cara ontem eu fui com você no shopping quando voce pediu!
-Eu perguntei se você queria ir ao shopping, você quis ir e nós fomos, eu não vou na padaria agora!
-Porque?
-Porque eu nao estou com vontade!
-Não esta com vontade porque?

Se você ja leu isso ate aqui e ainda não esta irritado, você deve ser do tipo que insiste!
Não existe nada pior que dizer uma frase que não precisa de explicação e alguém perguntar 'por que'. 'Não estou com vontade!', não precisa de outra explicação além da própria falta de vontade. mas o insistente insiste:

-Mas é rapido, juro!
-Não é questão de tempo!
-Então porque nao?
-Porque eu nao quero ir a padaria agora!
-Po cara, mas é rapidinho!

Eis o momento em que o desespero aparece, o sangue esquenta, os músculos se contraem, as cordas vocais enrijecem, e o grito é libertador:

- MERMAO, RAPIDINHO É O CARALHO, NEM RAPIDINHO NEM DEMORADINHO NEM A PUTA QUE TE PARIL EU JA FALEI QUE NAO VOU NESSA MERDA DE PADARIA, PARA DE ENCHER A PORRA DO MEU SACO, NAO FODE! 

-Nao precisa se estressar nao tem motivo pra isso!
-ok!

Mas o insistente? o insistente não tem limites, ele tenta todas as alternativas até as ultimas conseqüências:

-Ta bom, mas daqui a pouco entao voce vai?
-Não
-Por que não? daqui a pouco ja vai ser outro momento! 
-Cara eu não vou! 
-Po, nem vai perder muito tempo indo la! vacilo isso!

E numa ultima tentativa de manter a calma e a razão, você tenta mudar de assunto:

-Ta bom, ja viu o novo video do Adnet?!
-Já. Mas vamos la daqui a pouco entao?
-La onde?
-Na padaria...
-Eu ja disse que não vou!
- Mas é rapido....
(Ad Eternun...)

SOCORRO!

Por favor, se alguém souber alguma alternativa para manter a calma e não surtar com os insistentes, por favor, me apresente, eu estou a anos tentando descobrir, pelo menos agora estou determinada a não ser vencida pelo cansaço, sem um bom motivo e sem vontade, não rola nem com muita insistência.
Insistentes de todo mundo: Sejam mais compreensivos, e apresentes melhores argumentos!

Sinto-me mais leve com todo esse desabafo!
Obrigada.

quinta-feira, janeiro 13

Famílias desabrigadas

Aquela história de sempre. "poderíamos ter evitado!" ou "onde estavam as autoridades antes disso acontecer?" e " eram ilegais as ocupações?"

Na verdade nada disso importa agora, se você esta em casa no computador apenas ouvindo as noticiais é sinal de que você esta em perfeitas condições de ajudar quem esta desabrigado na Região Serrana!


A cada dia que passa as tragédias ficam maiores e conseguimos controlar menos os efeitos causados por elas, acho que ninguém ainda pensou em cada um fazer a sua parte, aquela lata que você jogou pra fora do carro, aquele saco de lixo que você não fechou, aquela casa irregular que você construiu na encosta...

De qualquer forma, nesse momento só nos resta Ajudar as familias desabrigadas. veja no Blog de Atualidades do Intellectus onde estão os postos de arrecadação!

terça-feira, janeiro 11

Listão Classificados UFF - Produção Cultural

Não pessoal, ainda não passei no vestibular, isso ainda não é uma comemoração, mas nessa agonia de esperar que os resultados saiam oficialmente, acabei fazendo o listao de Produção cultural da UFF, e já que fiz a lista não custa liberar pros amigos, estou torcendo muito pra esses 39 na minha frente passarem pra UFRJ e UERJ! rss

Boa sorte a todos, principalmente aos companheiros verdes do Intellectus!

Listão NÃO OFICIAL- UFF - Produção cultural (Niterói)