terça-feira, setembro 1

perder você, seria uma tragédia pra mim.

Sabe o que tem me deixado louca?
Eu não sei esconder o que sinto.
As vezes fico rezando e querendo que tudo volte a ser como antes. Não que eu não queira os progressos que vieram, mas porque não suporto os vazios que estão vindo.
Isso é complexo e chato, eu sei, mas eu me acho meio complexa e chata as vezes.
É tão estranho, temos tanta liberdade, tanta intimidade e ao mesmo tempo não consigo mais ser tão transparente, é como se eu observasse a chuva pelo vidro embaçado da janela depois de um dia de sol.
Não sei se a vida, o tempo, Deus, o destino, ou sei La o que, a lógica cronológica insiste em nos ocupar, em nos afastar, em nos contradizer.
É verdade que ainda estamos em sintonia, mas ainda assim eu preferia ter você por perto. Acho que eu preferia ter você por perto mesmo que com um pensamento qualquer na cabeça, eu preferia você aqui, mesmo em silencio, eu preferia suas histórias técnicas e chatas, mas era tão bom observar você enquanto contava cada detalhe de algo que eu não me importava, eu quero de novo a tua Mão na minha, ou tua voz doce forçada me pedindo cafuné.
De tudo isso, me resta uma certeza, é quase um medo, é quase uma fraqueza, não chamo de esperança, não chamo de cobrança, penso as vezes que não tenho idéia do que é isso, de repente é fé, é, é isso, tenho fé que um dia desses, você vai aparecer por aqui e fazer de novo aquelas promessas, planos.
Eu preciso de você de volta, preciso que diga de novo que me ama, e que vai cuidar de mim, que vai me proteger, mas, quem vai me proteger de você?
Vamos correr o risco,
Já estamos quase nos perdendo de vista,
Você é único,
Você é impar,

Seria uma tragédia pra mim,
                                                             Perder você!