quarta-feira, agosto 27

você vem sempre com tantas duvidas
me contando suas loucuras, seu casos de amor
você quer que eu lamente? ou apenas comente? que simplesmente sustente esse ser deprimente que você criou?
você diz que ta certo, que o futuro é incerto e nem sabe ao certo se ainda vai estar por perto na hora que eu for!
agora já não me interessa saber o porque de toda essa pressa,
já não me convém saber pra onde vai ou de onde vem!
já não quero mais estar do teu lado, saber do passado não me importa mais!
o que era importante ficou tão distante, e a nossa foto na estante que aonde tiramos eu nem lembro mais!
um dia quem sabe vamos desvendar os segredos, esquecer os medos,seremos felizes outra vez
se você permitir, ainda vou te sorrir quando você passar,
e quando me encontrar não mire meu olhar, porque a sua presença ausente não tenho mais forças para suportar!