quarta-feira, abril 16

Mais um caso pra ser esquecido!

Isabella Nardonni, João Helio, Madeleine, e tantos outros, que acenderam uma chama de revolta na sociedade, mas uma chama breve, que logo foi apagada por big brother e coisas
parecidas.

Ate quando vamos nos deixar escandalizar, por casos como esses? 
Me pergunto todo o tempo: Aonde o mundo vai parar? Sendo mãe, pai, tio, irmão, avô, avó,o que for, e ate mesmo não sendo nada, ate quando vamos deixar que esses crimes bárbaros virem filmes baseados em fatos reais, trabalhos pra jornalistas e assunto pra programas de fofocas? 

Antes de descobrimos quem matou quem, temos que descobrir como fazer para as pessoas deixarem de ser frias, secas, e sem um pingo de respeito pelas pessoas que estão ao redor!
No post anterior, critiquei o nascimento de uma criança em condições totalmente patológicas, mas me vi como uma idiota hoje, o mínimo que se pode querer seja como for, é preservar uma vida, estão tirando tantas, talvez se a menina Isabella fosse adotada pelo transexual, não teria sido cruelmente assassinada! Pra mim justiça é só a de Deus, porque aqui, não tem mais jeito!

Sinceramente, parei de acompanhar o caso, a realidade em que vivemos é extremamente revoltante!

“Eu vou pra longe, onde não exista gravidade.
Pra me livrar do peso da responsabilidade
De viver nesse planeta doente
E ter que achar a cura da cabeça e do coração da gente
Chega de loucura, chega de tortura
Talvez aí no espaço eu ache alguma criatura inteligente
Aqui tem muita gente, mas eu só encontro solidão
Ódio, mentira, ambição
Estrela por aí é o que não falta, astronauta.
A Terra é um planeta em extinção." - Gabriel , o Gênio pensador!

sexta-feira, abril 4

Ser surreal é super-normal!

No jornaleiro...
–Mãe, eu nasci da sua barriga ou da barriga do meu pai?
–Como assim minha filha? Da minha barriga, é lógico, todos os bebês nascem da barriga da Mãe!
–Não mãe, olha aqui, esse bebe vai nascer da barriga do pai!
Disse a Pequena menina, apontando para o Jornal que ilustrava a foto de um homem grávido!
–Não minha filha, isso deve ser uma pegadinha, uma piada, isso não é possível!
A menina não pareceu satisfeita com a resposta, mas logo um pote de balas coloridas desviou a sua atenção, e ela desviou a atenção da mãe que tentava entender a noticia, com repetitivos puxões na barra da saia pedindo as balas!
Eu estava perto e não pude deixar de prestar atenção quando ouvi a pergunta daquela criança, mãe e filha saíram do jornaleiro e eu peguei o jornal pra ver qual era a pegadinha, pra minha surpresa, a pegadinha era muito pior do que eu imaginava, segue a reportagem:

“Estados Unidos - A apresentadora de TV americana Oprah Winfrey recebe em seu programa na quinta-feira o transexual Thomas Beatie, que está grávido de cinco meses. Além de conversar com ele, a mulher, o obstetra e alguns amigos, Oprah exibirá uma ecografia feita por Beatie, segundo informa hoje o jornal El País”.

Beatie parou de usar hormônios para engravidar por causa da mulher que não pode ter filhos. A gravidez só foi possível porque ele não completou o processo de mudança de sexo. Beatie chegou a retirar os seios, mas não os genitais.

Ele afirma que se a mulher pudesse engravidar não se submeteria a isso, mas Nancy submeteu-se a extração do útero. "Querer ter um filho é um desejo masculino e feminino, é um desejo humano", afirmou Beatie, segundo o El País.” - O Dia 04/04/08

È verdade meu(minha) caro(a) Beatie, Querer ter um filho é um desejo humano, mas ate que ponto vamos deixar que os desejos humanos dominem o processo natural da vida?Ate que ponto o ‘meu’ e o que ‘eu’ quero vao influenciar a vida ao meu redor?ou será que isso não importa mais? Ir contra as leis de Deus não importa mais? E mesmo que você não acredite em Deus, ir contra a ordem natural das coisas, nascer do útero de uma mulher, é no mínimo o principio lógico da existência de qualquer ser humano, será que alguém já parou pra pensar no futuro dessa criança que esta sendo gerada? A primeira criança a nascer do útero do Pai. Sim, do útero do pai, na minha opinião, não basta ter o órgão genital feminino pra ser mulher. Uma pessoa que quer ser homem, altera a sua genética com hormônios e retira os seios, não me parece ter condições psicológicas de criar uma criança!

Preconceito? Sinceramente acho que não, gays andando de mãos dadas pelas ruas, nos cinemas, praças de alimentação e lugares públicos em geral, me parecem completamente normal, eu não entendo, mas aceito a opção de cada um, não só opção sexual, mas opção de vida. A opção sexual esta longe de determinar o caráter de alguém, eu conheço gays que são pessoas maravilhosas, verdadeiros exemplos de cidadãos, e muitos heterossexuais que não tem um pingo de caráter, essa não é a questão; Daí a encontrar na primeira pagina dos jornais fotos de um homem grávido, não acho mais uma questão de preconceito, acho sim uma pegadinha, e de muito mal gosto, uma pegadinha contra a vontade de Deus, e contra as relações humanas!

Espero que as famílias saibam explicar as suas crianças a ‘pegadinha do Homem grávido’ na capa do Jornal, caso contrario, já estou imaginando os menininhos do jardim de infância querendo engravidar, e daqui a uns 10-15 anos quem sabe, a gravidez transexual deixe de ser um fato patológico e caia nas normalidades do convívio social!

Corrija-me se eu estiver errada: Num planeta onde prevalecem as Guerras e a violência, um lugar em que seus habitantes destroem tudo que esta a seu redor visando sempre ser “superior” aos outros, realmente, um homem gestante não foge tanto aos padrões!

"Milhões viram a maçã cair, mas Newton foi aquele que perguntou o por que."